Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ex-ministro brasileiro José Dirceu entrega-se para cumprir pena do "mensalão"

Lusa

  • 333

Brasília, 15 nov (Lusa) - O ex-ministro brasileiro José Dirceu, condenado como o ideólogo do "mensalão", esquema de corrupção revelado durante o primeiro Governo do Presidente Lula da Silva, entregou-se hoje à noite na sede da Polícia Federal em São Paulo.

A ordem de prisão foi expedida hoje pelo Supremo Tribunal Federal brasileiro, no mesmo dia em que se celebra a Proclamação da República. O ex-braço direito de Lula da Silva foi condenado a sete anos e 11 meses de prisão por corrupção ativa e dois anos e 11 meses por formação de quadrilha (associação criminosa).

Dirceu ocupou o cargo de ministro da Casa Civil entre 2003 e 2005, os primeiros anos do primeiro mandato do Governo de Lula da Silva e era tido como o homem de confiança do então Presidente, tendo deixado o cargo após as primeiras denúncias sobre o esquema.