Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ex-marido de ministra da Saúde espanhola defende inocência da ex-mulher, à saída do tribunal

Lusa

  • 333

Madrid, 13 fev (Lusa) -- O ex-alcaide de Pozuelo de Alárcon (Madrid) e ex-marido da ministra da Saúde espanhola, Ana Mato, defendeu a inocência da sua ex-mulher à saída de um tribunal madrileno, onde hoje se recusou a depor.

Jesús Sepúlveda, que foi obrigado a demitir-se do cargo depois de ser constituído arguido no processo de corrupção conhecido como Gurtel, foi chamado a depor perante o juiz Pablo Ruz, que o queria interrogar sobre pagamentos irregulares que a rede terá feito à sua família entre 2000 e 2005.

Acompanhado pela advogada, Sepúlveda esteve menos de 20 minutos no edifico e, à saída, afirmou aos muitos jornalistas que o esperavam não ter cometido qualquer delito e que a sua ex-mulher "é inocente", não devendo, por isso, demitir-se do cargo.