Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ex-autarca de Parelhal, Barcelos, condenado por peculato e falsificação

Lusa

  • 333

Barcelos, 22 jul (Lusa) - O Tribunal de Barcelos condenou hoje a cinco anos de prisão, com pena suspensa sob condições, o ex-presidente da Junta de Freguesia de Parelhal por peculato e falsificação.

O ex-autarca não vai recorrer da sentença por "desejar ter paz".

O coletivo de juízes, presidido por Helder Claro, deu como "comprovados todos os factos constantes da acusação" e fez depender a suspensão da pena de prisão do pagamento de 15 mil euros, quantia que o arguido ainda não terá restituído à Junta.