Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Europa só funciona como um todo e separar norte do sul causa "ressentimentos" difíceis de curar -- Paulo Portas

Lusa

  • 333

Madrid, 26 fev (Lusa) -- O ministro dos Negócios Estrangeiros português disse hoje que a Europa "vai do sul ao norte" e fazer discursos simplistas que pretendem separar as duas regiões, na atual crise, pode criar "ressentimentos" que serão difíceis de superar e curar.

"Não podemos facilitar esses discursos simplistas de que há uma Europa do norte, cheia de virtudes, e uma ao sul, cheia de defeitos. Isso é não ter um conceito de história e não saber ver o futuro", afirmou Paulo Portas, em Madrid.

"A Europa vai do sul ao norte. É uma ou não é. E somos cultural e historicamente tão imprescindíveis uns como os outros", sublinhou.