Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Europa precisa que programas de assistência funcionem e deve compensar quem cumpre -- Paulo Portas

Lusa

  • 333

Madrid, 26 fev (Lusa) -- O ministro dos Negócios Estrangeiros português defendeu hoje, em Madrid, que a Europa necessita que os programas de assistência a Portugal e à Irlanda funcionem e por isso deve dar um "prémio" aos dois países, que estão a cumprir.

Paulo Portas, que hoje participou com o seu homólogo espanhol José Maria García-Margallo num encontro promovido pelo Nueva Economia Fórum, defendeu a diluição no tempo das maturidades dos empréstimos europeus.

Questionado sobre a ampliação de prazos para o pagamento dos empréstimos europeus, Paulo Portas afirmou que o momento em que Bruxelas decidirá se aceita ou não diluir no tempo as maturidades dos empréstimos europeus a Portugal é "muito importante".