Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Eurogrupo reúne-se hoje pela última vez sob a liderança de Juncker

Lusa

  • 333

Bruxelas, 21 jan (Lusa) -- O Eurogrupo celebra hoje, em Bruxelas, a primeira reunião do ano, marcada pela "despedida" do seu "histórico" presidente, Jean-Claude Juncker, de saída do cargo que ocupou desde a criação do fórum dos ministros das Finanças da zona euro.

O holandês Jeoren Dijsselbloem, um "ilustre desconhecido", e que é ministro das Finanças do seu país há somente dois meses, é o mais que provável sucessor do luxemburguês Juncker na liderança do Eurogrupo, pois é o candidato único, após ter sido aquele que conseguiu reunir o difícil consenso entre os dois Estados-membros "pesos-pesados" do euro, Alemanha e França.

Num encontro em que, pela primeira vez desde há muito tempo, a Grécia não é o centro das atenções, a situação na zona euro está um pouco mais "desanuviada", e não são esperadas quaisquer decisões sobre os programas de assistência em curso, ou em vias de serem adotados (caso de Chipre), o momento será então de "virar a página" na liderança do Eurogrupo, com a saída já há muito anunciada de Juncker, ao cabo de oito anos.