Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Eurodeputados questionam Comissão Europeia sobre "exploração de trabalhadores" por empresa Açomonta

Lusa

  • 333

Bruxelas, 02 abr (Lusa) -- Os eurodeputados comunistas questionaram hoje a Comissão Europeia sobre a "inadmissível situação de exploração de trabalhadores" realizada pela empresa Açomonta, já denunciada por trabalhadores e sindicato.

Em causa está uma denúncia do sindicato luxemburguês OGB-L, noticiada pela Lusa a 19 de março, em que a empresa portuguesa é acusada de praticar "escravatura moderna", por recrutar trabalhadores portugueses a 300 a 700 euros por mês, alguns a trabalhar "sete dias por semana" e "mais de dez horas por dia".

Segundo o sindicato luxemburguês, a Açomonta recorreu, "nos últimos dois anos, a vários subempreiteiros que têm enviado trabalhadores portugueses ou com residência em Portugal para trabalhar no Luxemburgo".