Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Euro/Crise: Responsabilidade por garantias de empréstimos do MEE a bancos será dos credores - Regling

Lusa

  • 333

Berlim, 14 jul (Lusa) - O futuro diretor do Mecanismo de Estabilidade Europeu (MEE), Klaus Regling, afirmou hoje que os empréstimos aos bancos através desde fundo não serão garantidos pelos respetivos Estados, mas sim pelos países credores, contrariando assim o Governo alemão.

Em entrevista a publicar no domingo no semanário alemão 'Welt am Sonntag', Regling contrariou assim afirmações anteriores do ministro das finanças alemão, Wolfgang Schäuble, de que os países de origem dos bancos serão responsáveis pelos empréstimos que estes contraírem através do MEE.

Logo que houver uma verdadeira supervisão bancária através do Banco Central Europeu (BCE), como foi decidido na última Cimeira de Bruxelas, "há a possibilidade de concedermos empréstimos diretamente aos bancos, em vez de os fazermos através dos governos, e com isso o país em questão passa a ficar livre das garantias", afirmou Regling, que preside ao atual fundo de resgate provisório (FEEF) e dirigirá também o MEE, um instrumento permanente que em breve entrará em vigor.