Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Euro/Crise: Presidente francês garante que 'regra de ouro' orçamental não entra na Constituição

Lusa

  • 333

Paris, 14 jul (Lusa) -- O presidente francês garantiu hoje que a chamada 'regra de ouro' que obriga ao equilíbrio orçamental não será inscrita na Constituição francesa porque este compromisso só é necessário durante alguns anos.

"Eu disse aos franceses que a regra de ouro, o regresso a um orçamento equilibrado, não seria inscrita na Constituição. Será no quadro de uma lei orgânica, irá aplicar-se às leis ordinárias, mas não acredito que um compromisso que é necessário apenas durante alguns anos seja inscrita em mármore", disse François Hollande.

O chefe de Estado francês falava durante uma entrevista à TF1 e à France 2, no Dia da Bastilha, uma tradição que havia sido suspensa durante a permanência no poder de Nicolas Sarkozy, mas que foi agora retomada pelo vencedor do duelo com o ex-presidente nas últimas eleições.