Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Euro/Crise: Não se deve demonizar pedidos de empréstimo -- ministro das Finanças cipriota

Lusa

  • 333

Nicósia, 06 jul (Lusa) - O ministro das Finanças do Chipre, o mais recente país da zona euro a pedir assistência financeira, defendeu hoje, em Nicósia, que não se deve "demonizar" os pedidos de empréstimos, sobretudo a instituições como os mecanismos europeus de estabilidade.

Vassos Shiarly, que falava a jornalistas estrangeiros em Nicósia, à margem de uma reunião entre o Governo cipriota e a Comissão Europeia, no "arranque" da presidência cipriota da União Europeia, insistiu que o seu país só se encontra na atual situação devido aos problemas da "vizinha" Grécia, e em concreto à operação de perdão parcial de dívida por parte do setor privado decidida pela zona euro, e que representou grandes perdas para o setor bancário cipriota.

Reconhecendo graves problemas de liquidez, o governante cipriota admitiu que não resta outro caminho que não seja o de pedir empréstimos, mas, sublinhou, que "não deve haver qualquer estigma" em relação a isso.