Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Euro/Crise: Grécia admite pedir adiamento de dois anos para sanear contas públicas - imprensa

Lusa

  • 333

Atenas, 21 jun (Lusa) --A Grécia vai pedir à União Europeia e ao Fundo Monetário Internacional mais dois anos, até 2016, para sanear as contas públicas, o que pode implicar um novo empréstimo, noticiou hoje a agência de notícias do grupo ANA, de Atenas.

A mesma informação foi igualmente noticiada hoje pelos jornais gregos online Vima e Imerisia, que confirmam uma notícia da France Press que cita um antigo conselheiro do antigo primeiro-ministro Lucas Papademos sobre o alargamento do prazo que obriga a um novo empréstimo da ordem dos 16.000 a 20.000 milhões de euros à Grécia.

A primeira mensagem no sentido das notícias que estão a ser transmitidas em Atenas deve ser comunicada durante a reunião do eurogrupo que começa hoje em Bruxelas e em que vai estar presente o ministro das Finanças, Georges Zanias, em representação do Governo grego.