Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Euro/Crise: FMI pede medidas "determinadas" para maior integração bancária e orçamental

Lusa

  • 333

Washington, 22 jun (Lusa) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) insistiu hoje na necessidade de tomar medidas "determinadas e contundentes" para uma maior integração bancária e orçamental na zona euro para acalmar as "agudas tensões" financeiras.

"São necessárias medidas determinadas e contundentes para uma união monetária mais completa, especialmente no que se refere à união bancária e à integração orçamental, para conter a queda da confiança que está a ameaçar a região", afirmou o Fundo no seu relatório anual de revisão da economia na zona euro.

Na conferência de imprensa do Eurogrupo, na quinta-feira, no Luxemburgo, a diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, disse que "a prioridade imediata" são as ações concretas no sentido de uma união bancária da zona euro.