Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Euro/Crise: Durão Barroso pede golos contra a crise para evitar prolongamento

Lusa

  • 333

Nova Iorque, 25 set (Lusa) -- O presidente da Comissão Europeia comparou a crise do euro a um jogo de futebol e afirmou estar "absolutamente convencido que o euro vai ganhar", pedindo aos "jogadores" europeus que marquem agora golos na segunda parte, para evitar um prolongamento.

José Manuel Durão Barroso, que falava na segunda-feira à noite a jornalistas brasileiros depois de um encontro bilateral com a presidente do Brasil, Dilma Roussef, à margem da assembleia-geral das Nações Unidas, disse - em declarações difundidas em Bruxelas -, que, sendo o Brasil "um país que gosta muito de futebol", podia recorrer a uma imagem futebolística para descrever a atual crise da dívida soberana.

"Quando me perguntam acerca da crise do euro, eu digo que já passámos a primeira parte, estamos na segunda parte do jogo, e, contrariamente ao que previam os apostadores, não perdemos nenhum jogador, ninguém foi expulso, não perdemos", disse.