Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Euro/Crise: Chipre mais perto de pedir ajuda internacional - governador de banco central cipriota

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 jun (Lusa) - O Chipre estará próximo de pedir ajuda à Europa devido ao impacto da crise na Grécia sobre o seu sistema bancário, disse em entrevista ao Financial Times (FT) o governador do banco central do país, Panicos Demetriades.

De acordo com o responsável, com a aproximação do final do mês, data limite para a recapitalização do Banco Popular do Chipre, a segunda maior instituição bancária do país, num montante mínimo de 1,8 mil milhões de euros, o recurso à União Europeia (UE) torna-se mais provável.

Panicos Demetriades admitiu que o Chipre vive "tempos de crise". Também o presidente do Banco Popular do Chipre, Michalis Sarris, sugeriu ao FT que o país tem poucas alternativas para evitar pedir ajuda internacional.