Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Euro/Crise: Atenas deve sair do euro voluntariamente se não cumprir exigências - Alemanha

Lusa

  • 333

Berlim, 13 ago (Lusa) - O vice-presidente da coligação do governo alemão, Michael Fuchs, sugeriu hoje que a Grécia deve sair da zona euro voluntariamente, caso falhe na adoção das reformas exigidas pelos credores internacionais.

Em entrevista ao jornal 'Handelsblatt', Fuchs afirmou que prefere que Atenas se mantenha no euro e sublinhou que Berlim não pode forçar a Grécia a sair da moeda única europeia.

"Mas, estou a trabalhar sobre o pressuposto de que o governo grego sabe o que tem de fazer se não conseguir - ou não quiser - cumprir as reformas exigidas", afirmou, considerando que a Grécia tem de cumprir todas as contrapartidas exigidas pela 'troika' (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional).