Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Euro/Crise. Angela Merkel rejeita proposta de chefe do FMI para ajudas diretas à banca

Lusa

  • 333

Berlim, 22 jun (Lusa) - A chanceler alemã, Angela Merkel, voltou hoje a recusar ajudas diretas à banca através do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF), rejeitando assim o recente apelo apelo da diretora-geral do FMI, Christine Lagarde.

"Nos tratados do fundo de estabilidade e do futuro mecanismo permanente de estabilidade determina-se que os parceiros dos Estados são os outros Estados", disse Merkel após uma cimeira informal, em Roma, com os responsáveis máximos dos governos da Espanha, Mariano Rajoy, da França, François Hollande, e da Itália, Mario Monti.

"Os fundos só foram criados nessas condições, e devem manter-se assim", disse a chanceler democrata-cristã, referindo-se ao anunciado resgate à banca espanhola.