Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Eufemiano Fuentes admite colaborar com a Agência Mundial de Antidopagem

Lusa

  • 333

Madrid, 20 mar (Lusa) -- O médico espanhol Eufemiano Fuentes, "cérebro" do maior escândalo de doping em Espanha, a "Operação Puerto", mostrou-se hoje disposto a entregar a sua lista de clientes à Agência Mundial de Antidopagem (AMA).

Depois da sessão de tribunal do caso, em Madrid, Fuentes revelou aos jornalistas que está pronto a colaborar com a AMA e com a Agência Espanhola de Antidopagem (AEA) e que, "se durante essa colaboração for necessária a lista de clientes, seria entregue".

O médico que enfrenta uma possível sentença de dois anos e meio de prisão por alegadas práticas de dopagem, que envolvem vários desportistas, ligados principalmente ao ciclismo, afirmou que "se for considerado pertinente e se lhe for pedido, que estaria disposto a colaborar", embora não seja "em troca de benefícios penais, mas sim em troca de uma colaboração mútua".