Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

EUA/Cultura: Estudo científico de obras-primas fotográficas dá a portuguesa Ana Martins prémio do MoMA

Lusa

  • 333

Nova Iorque, 27 jun (Lusa) - A curadora portuguesa Ana Martins foi premiada pelo Museu de Arte Moderna (MoMA) de Nova Iorque pelo estudo científico de obras-primas fotográficas, incluindo de Henri Cartier-Bresson, que revelaram a "história" de por detrás das impressões.

Ligada ao MoMA há quase cinco anos, a ex-professora da Faculdade de Ciências do Porto foi surpreendida na semana passada, durante uma reunião do pessoal do Museu, com a notícia de que seria este ano a distinguida pela administração pelo seu trabalho, a par de um outro funcionário, da área de Design.

Na coleção do MoMA há com frequência várias impressões de um mesmo negativo, com datas distintas e portanto com uma "história" e papéis fotográficos diferentes, disse à agência Lusa.