Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

EUA preocupados com nova lei que restringe manifestações no Egito

Lusa

  • 333

Washington, 26 nov (Lusa) - Os Estados Unidos manifestaram, esta segunda-feira, preocupação face à nova lei que restringe as manifestações no Egito, concordando com os grupos que sustentam que não segue padrões internacionais e obstaculiza o caminho para a democracia.

"Partilhamos a opinião dos representantes da sociedade civil egípcia sobre esta lei que impõe restrições à capacidade dos egípcios se reunirem pacificamente e expressarem os seus pontos de vista: Não cumpre com as normas internacionais e não será benéfica para que a transição democrática no país siga em frente", disse a porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Jen Psaky, em comunicado.

A porta-voz insistiu que os Estados Unidos desejam que a "transição no Egito para a democracia inclusiva tenha êxito".