Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

EUA condenam autores dos ataques de sábado no Iraque como "inimigos do Islão"

Lusa

  • 333

Washington, 11 ago (Lusa) -- Os Estados Unidos condenaram hoje a série de ataques registada no sábado no Iraque, que causaram mais de 60 mortos e centenas de feridos, qualificando os seus autores como "inimigos do Islão", noticia a AFP.

Os ataques perpetrados no sábado contra bairros sunitas e xiitas tiveram especial incidência na capital iraquiana de Bagdad e são descritos como os mais mortíferos dos últimos cinco anos. No total, 16 viaturas armadilhadas e outros ataques causaram a morte de 61 pessoas e feriram mais de 300 pessoas em todo o país no sábado.

Os atentados em viaturas armadilhadas que destruíram cafés e mercados em Bagdad, bem como explosões e tiroteios noutros lugares são ataques "cobardes", dirigidos contra as famílias que celebram o Eid al-Fitr (celebração que marca o fim do mês de jejum sagrado do Ramadão)", indicou, em comunicado, o Departamento de Estado norte-americano.