Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

EUA: Cinemateca em Brooklyn volta a ser "casa" do cinema português

Lusa

Nova Iorque, 28 nov (Lusa) - A cinemateca da Brooklyn Academy of Music (BAM) volta a ser, a partir de quinta-feira, a "casa" do cinema português em Nova Iorque, desta vez abrindo as portas a "novas vozes" da produção cinematográfica lusa.

Depois de mostras dedicadas desde 2010 a João César Monteiro, João Pedro Rodrigues e Pedro Costa, entre 01 e 06 de dezembro o principal centro cultural de Brooklyn e um dos maiores na região de Nova Iorque vai mostrar "Som e Fúria: Cinema Português Recente", complementando um fim de semana dedicado ao Fado.

"Quisemos mostrar algumas das mais novas vozes do cinema português, como Sandro Aguilar, Miguel Gomes ou João Nicolau. Foi um pouco difícil não ter filmes de Pedro Costa ou Manoel de Oliveira, mas quisemos manter um espetáculo claro e conciso, não uma pesquisa ao longo de um mês", disse à Lusa a diretora da Cinemateca do BAM, Florence Almozini.