Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estudo sobre mutilação genital feminina na Europa será divulgado a 06 de março

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 fev (Lusa) -- O Instituto Europeu para a Igualdade de Género (EIGE) anunciou hoje, em comunicado, que divulgará o estudo final sobre a prevalência da mutilação genital feminina (MGF) na Europa no dia 06 de março, em Bruxelas.

A propósito do Dia Internacional de Tolerância Zero à Mutilação Genital Feminina, que hoje se assinala em todo o mundo, o instituto da União Europeia (UE), com sede em Vilnius (Lituânia), destaca que o estudo, realizado a pedido da vice-presidente da Comissão Europeia Viviane Reding, será usado como base para desenvolver a estratégia da UE para combater a MGF.

De acordo com a Amnistia Internacional, anualmente, 180 mil meninas estão em risco de serem submetidas à prática na Europa, onde se estima que vivam 500 mil mulheres afetadas por uma mutilação genital.