Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estratégia para Comunidades Ciganas hoje aprovada em Conselho Ministros

Lusa

  • 333

Lisboa, 27 mar (Lusa) -- O Governo defende que a aplicação da Estratégia Nacional para a Integração das Comunidades Ciganas (ENICC), hoje aprovada em Conselho de Ministros, vai depender de uma "postura diferente" das comunidades ciganas, tanto em matéria de direitos como de deveres.

Numa nota enviada à agência Lusa, o secretário de Estado Adjunto do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Feliciano Barreiras Duarte, indica que este é o primeiro plano nacional com vista à integração das comunidades ciganas.

"É, no entanto, certo que esta integração passa por uma postura diferente por parte das comunidades ciganas e pela assunção das normas por que todos os portugueses se devem reger, em termos de direitos e deveres, exercendo, assim, a sua cidadania plena com vista a potenciarmos mais coesão social e igualdade de oportunidades", lê-se na nota.