Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estatística na área do desaparecimento de crianças é pouco fiável - associação

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 mai (Lusa) -- A presidente da Associação Portuguesa de Crianças Desaparecidas (APDC) afirmou hoje que a "estatística na área do desaparecimento de crianças é muito pouco fiável", alertando que nem se sabe "quantas crianças migrantes não acompanhadas existem em Portugal".

A Polícia Judiciária recebeu, em 2012, 2.366 participações de crianças e jovens desaparecidos, menos 226 face ao ano anterior, dos quais duas dezenas permanecem em investigação.

"A estatística na área do desaparecimento de crianças é muito pouco fiável, tendo em consideração que nem tão pouco sabemos quantas crianças migrantes não acompanhadas existem em Portugal e que, para todos os efeitos, estão sem a proteção e vigilância de qualquer adulto", disse à agência Lusa Patrícia Cipriano.