Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estaleiros de Viana: Portugueses, brasileiros, noruegueses e russos na fase final da reprivatização - Conselho de Ministros

Lusa

  • 333

Lisboa, 30 ago (Lusa)- O Conselho de Ministros definiu hoje quatro potenciais investidores finais de Portugal, Brasil, Noruega e Rússia para a alienação dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), empresas que devem apresentar as propostas vinculativas até fim de setembro.

A mesma resolução aprovada hoje determina a exclusão de dois investidores, o consórcio luso-alemão AMAL Construções Metálicas/Munchmeyer Petersen Marine GmbH (dos mesmos donos da Ferrostaal, empresa que vendeu os dois submarinos a Portugal) e os norte-americanos da Tradequip Services & Marine INC.

Os quatro investidores admitidos são a Atlanticeagle Shipbuilding (Portugal), a JSC River Sea Industrial Trading (Rússia), a Rio Nave Serviços Navais (Brasil) e a Volstad Maritime (Noruega).