Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estados da África Ocidental decidem enviar 3300 militares para o Mali

Lusa

  • 333

Abuja, Nigéria, 11 nov (lusa) -- A Comunidade dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), reunida hoje na capital nigeriana, Abuja, aprovou o envio de uma força internacional de 3300 soldados, com um mandato de um ano, para o Mali.

O anúncio foi feito pelo Presidente da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, após a cimeira da CEDEAO, que juntou os 15 países da região e contou ainda com representantes de África do Sul, Mauritânia, Marrocos, Líbia, Argélia e Chade, para tomar decisões face ao controlo do Norte do Mali por extremistas islâmicos.

Os militares a serem enviados terão como origem principal as nações que integram a CEDEAO -- tendo o Presidente da Costa do Marfim nomeado, em concreto, Nigéria, Senegal, Níger, Burkina Faso, Gana e Togo.