Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estado brasileiro da Baía retira cláusulas de concurso que obrigava mulheres a apresentarem exames ginecológicos

Lusa

  • 333

São Paulo, 15 mar (Lusa) -- O governo do estado brasileiro da Baía anunciou quinta-feira ter retirado de um concurso público para aspirantes a agentes da polícia civil a cláusula que obrigava as mulheres a apresentarem exames ginecológicos ou um atestado de virgindade.

Jaques Wagner, líder do governo regional, disse ter determinado a "suspensão imediata dos pontos que podem causar perturbação ou discriminação às mulheres", numa mensagem divulgada pela rede social Facebook.

O anúncio acontece depois da polémica levantada pelo texto do anúncio que contemplava a necessidade das mulheres entregarem uma série de provas ginecológicas, entre elas uma citologia, ou, em sua substituição, um certificado médico que atestasse a sua virgindade.