Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Esquerda deve ganhar Câmara Deputados italiana mas Senado não tem maioria clara

Lusa

  • 333

Roma, 25 fev (Lusa) -- A Itália sai das eleições legislativas sem uma maioria clara no Senado e com a esquerda a vencer na Câmara dos Deputados, segundos resultados parciais oficiais e projeções de institutos de sondagem.

As simulações sobre os lugares atribuídos no Senado realizadas pelos dois principais diários italianos, o Corriere della Sera e o La Repubblica, davam a coligação, de direita, de Silvio Berlusconi à frente, com 113 a 123 lugares, dos 315 que tem a câmara alta.

A coligação de esquerda, dirigida por Pier Luigi Bersani, é creditada de 104 a 105 lugares em, mesmo que se alie aos centristas de Mário Monti, que devem obter entre 17 a 20 lugares, fica longe da maioria de 158 lugares no Senado.