Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espião indiano morreu cinco dias após agressão em prisão no Paquistão, Índia reclama justiça

Lusa

  • 333

Lahore, Paquistão, 02 mai (Lusa) - Um indiano, que tinha sido condenado à morte há 16 anos por espionagem no Paquistão, morreu esta noite, cinco dias depois de ter sido violentamente agredido por prisioneiros numa prisão de Penjab (nordeste), anunciou o seu advogado e um médico.

O primeiro-ministro indiano pediu a clarificação das circunstâncias da morte e a punição dos culpados.

"Os criminosos responsáveis do ataque bárbaro e assassino contra Sarabjit Singh devem ser levados à justiça", declarou Manmohan Singh na sua conta de Twitter.