Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Especialista defende criação de mais centros diferenciados para doenças do cólon

Lusa

  • 333

Coimbra, 20 nov (Lusa) - O presidente eleito da Sociedade Portuguesa de Coloproctologia, João Pimentel, defendeu hoje a criação, em Portugal, de mais unidades e centros de referência dedicadas às patologias do cólon, reto e ânus.

Apesar de já existirem unidades diferenciadas nos principais hospitais do país, o especialista dos Hospitais da Universidade de Coimbra considerou que são "muito poucos para o que se pretende, se comparados com outros países europeus".

"Existe um número crescente destas patologias em Portugal. Não são só as doenças tumorais, mas também as doenças inflamatórias do intestino e outros problemas escondidos, como a incontinência fecal", sublinhou à agência Lusa o médico, que preside ao XXIII Congresso Nacional de Coloproctologia, que decorre quinta e sexta-feira em Coimbra.