Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espanha vive "grave retrocesso" de direitos humanos - PSOE

Lusa

  • 333

Madrid, 09 dez (Lusa) - Espanha vive um "grave retrocesso" no respeito pelos direitos humanos, muito por culpa da crise económica e pela política governamental no país, denunciou o partido PSOE, na véspera do Dia Internacional dos Direitos Humanos.

"Hoje, como consequência da crise mundial, económica e financeira, e pela forma como o Governo do Partido Popular a gere, muitos direitos sociais básicos do nosso país estão a ser alvo de um corte grave", afirmou o partido em comunicado citado pela agência Efe.

Os cortes que estão a ser feitos na saúde, na educação, nas bolsas de estudo universitárias ou nos apoios ao cinema "não só estão a deteriorar o bem estar de milhares de espanhóis como estão a levá-los às ruas em protesto pela sua dignidade e direitos", alertou.