Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espanha recorda hoje vítimas do maior atentado da democracia do país

Lusa

  • 333

Madrid, 11 mar (Lusa) -- A Espanha presta hoje homenagem às vitimas do maior atentado terrorista da democracia espanhola perpetrado a 11 de março de 2004 e no qual morreram 191 pessoas e mais de 2.500 ficaram com sequelas que ainda persistem em muitos casos.

As cerimónias começam às 08:30 na Porta do Sol com uma homenagem presidida pelo líder do Executivo regional, Ignacio González, e onde devem estar presentes os ministros da Justiça, Alberto Ruiz-Gallardón, e da Educação, Cultura e Desporto, José Ignacio Wert, os presidentes da Associação de Vítimas do Terrorismo, Ángeles Pedraza, e de Vítimas do 11M, Ángeles Domínguez.

Depois, a líder municipal de Madrid, Ana Botella, o pleno do Governo regional, deputados, conselheiros e outras personalidades reúnem-se na Porta do Sol numa cerimónia que tem início com a interpretação do "Réquiem" de Mozart.