Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espanha: Governo surpreendido por Nuclenor não pedir prorrogação de central nuclear de Garoña

Lusa

  • 333

Madrid, 10 set (Lusa) -- O ministro da Indústria espanhol, José Manuel Soria, declarou-se hoje surpreendido pela decisão da empresa Nuclenor de não solicitar a prorrogação da vida útil da central nuclear de Garoña (Burgos).

"Não encontramos nenhum tipo de explicação para que os operadores não peçam a prorrogação, mas estão no seu direito e legitimidade e nós não vamos forçar ninguém a pedir um prazo", disse José Manuel Soria, em entrevista à TVE.

Segundo disse, ele próprio e membros da sua equipa sugeriram à Nuclenor (controlada em 50 por cento pela Endesa e Iberdola) que solicitassem a ampliação da vida útil da central, independentemente do conteúdo da iminente reforma energética.