Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espanha: Governo aprova novas medidas de combate à fraude e à economia paralela

Lusa

  • 333

Madrid, 22 jun (Lusa) -- O Governo espanhol aprovou hoje um pacote de medidas para combater a fraude fiscal e a economia paralela que inclui o limite de 2.500 euros nas operações a dinheiro e a obrigatoriedade de declarar todos os bens no estrangeiro.

A vice-presidente do Governo, Soraya Saénz de Santamaría, disse aos jornalistas, depois da reunião de hoje do Conselho de Ministros, que foi aprovado o projeto-lei da normativa tributária para o combate à fraude fiscal e à economia paralela.

O diploma, explicou, pretende atacar os nichos centrais da economia informal e, ao mesmo tempo, reforçar a segurança jurídica da Agência Tributária, com as medidas a contarem com a aprovação "tanto do Banco Europeu como do Banco de Espanha".