Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espanha: Funcionários públicos são os mais penalizados pelas medidas de austeridade

Lusa

  • 333

Madrid, 14 set (Lusa) -- A "marcha sobre Madrid", no sábado, em protesto contra as medidas de austeridade deverá contar com uma forte presença de funcionários públicos que são, claramente, os mais penalizados pelos cortes já aprovados.

Cortes de salários -- uma média de 5 por cento em 2010 e, este ano, o subsídio de natal -- aumento das jornadas laborais, cortes de funcionários interinos e redução de benefícios estão entre as medidas que os funcionários públicos já tiveram que absorver.

Alvo de críticas internas e externas devido à dimensão, o sistema público espanhol inclui, nos vários níveis -- nacional, regional e local -- mais de 2,7 milhões de funcionários que, no total, absorvem em salários e outros benefícios 123 mil milhões de euros, ou 26 por cento de todas as despesas públicas.