Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Escola da Amadora quer reforço de segurança após aluno ter sido esfaqueado

Lusa

  • 333

Amadora, 26 jun (Lusa) - O Agrupamento de Escolas de Amadora Oeste informou hoje que está a articular com as entidades competentes o reforço da segurança junto à Escola Secundária de Seomara da Costa Primo, após o esfaqueamento de um aluno.

"A direção está em articulação com as entidades competentes para reforço da segurança da zona envolvente à escola. Ao aluno [de 19 anos] apresentamos os nossos votos de uma rápida recuperação", sublinha o agrupamento escolar, em comunicado enviado à agência Lusa.

"O jovem encontrava-se numa paragem de autocarro nas imediações da escola quando foi abordado e esfaqueado por um grupo de indivíduos desconhecido. De seguida, o aluno percorreu mais de 100 metros, sozinho e pelo próprio pé, até à porta da escola para pedir socorro", explicou anteriormente à Lusa, Rui Fontinha, presidente da Comissão Administrativa Provisória do Agrupamento de Escolas de Amadora Oeste.