Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Erro no excel põe em causa trabalho académico que sustenta políticas de austeridade

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 abr (Lusa) -- Um dos trabalhos académicos que sustenta as políticas de austeridade, que encontrou um efeito negativo entre endividamento e crescimento económico, está a ser posto em causa depois de terem sido encontrados erros nos cálculos de excel.

De acordo com um trabalho académico desenvolvido pelo estudante de doutoramento Thomas Herndon e pelos seus professores Michael Ash e Robert Pollin, da Universidade de Massachusetts, o trabalho apresentado em 2010 por Carmen Reinhart e Kenneth Rogoff ("Crescimento em tempos de dívida") errou ao concluir que um elevado nível de dívida condena uma economia a um crescimento lento.

Segundo o estudo, elaborado por estes dois académicos da Universidade de Harvard (Estados Unidos), os países com um rácio de dívida pública acima dos 90% do Produto Interno Bruto (PIB) assistem a uma contração média das suas economias de cerca de 0,1% por ano.