Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Equador apoia regresso de emigrantes com oferta de 20.000 empregos

Lusa

  • 333

Quito, 26 abr (Lusa) -- O Governo do Equador anunciou na quinta-feira o lançamento de 20.000 vagas de emprego para emigrantes que residam em Espanha e que queiram regressar ao seu país de origem de forma "digna e sustentável".

A titular da Secretaria Nacional do Migrante (Senami), Lorena Escudero, e o ministro de Relações Laborais, Francisco Vacas, subscreveram na quinta-feira um convénio que facilita a vinculação laboral no país dos emigrantes, através da "Red socio empleo (Rede parceiro emprego)", que oferece oportunidades de trabalho aos equatorianos.

"Este acordo, favorável aos migrantes, é parte do "Plano Bem-vindos a Casa", para acompanhar um regresso digno e sustentável, facilitando a sua reinserção laboral", disse Escudero numa conferência de imprensa.