Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Entrevista/UGT: Futuro líder defende denúncia do acordo de concertação

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 set (Lusa) - O futuro secretário-geral da UGT, Carlos Silva, considera que a central sindical deve denunciar o acordo de concertação social de janeiro, tendo em conta as medidas de austeridade que estão a ser impostas aos trabalhadores.

"A UGT deve dizer ao Governo que os acordos de concertação social acabaram e o acordo assinado em janeiro deve ser renunciado", disse Carlos Silva em entrevista à agência Lusa.

O candidato a líder da UGT garantiu que iria defender esta posição na reunião de hoje do Secretariado Nacional da UGT, em que vai ser aprovada a proposta de política de rendimentos para 2013.