Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ensino profissional não deve ser visto como "um castigo" - líder da FNE

Lusa

  • 333

Porto, 19 mar (Lusa) -- O secretário-geral da Federação Nacional de Educação (FNE), João Dias da Silva, defendeu hoje a valorização do ensino profissional, afirmando que "não pode "um castigo" ou apenas para alunos com "comportamentos mais irregulares ou com insucessos".

"O ensino profissional deve ser de visto com dignidade. Deve haver sobretudo reconhecimento social das qualificações profissionais obtidas durante o ensino secundário", acrescentou, em declarações à Lusa, João Dias da Silva, a propósito da realização da 1.ª Convenção Nacional FNE/Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP), a decorrer no dia 06 de abril, no Porto.

Esta convenção, disse, será o momento para "refletir a necessidade de Portugal ter uma educação pública de qualidade para todos".