Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Enfermeiros dispensados pelos Estaleiros de Viana pedem em Tribunal a reintegração

Lusa

  • 333

Viana do Castelo, 31 jan (Lusa) - Quatro antigos enfermeiros dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) exigiram hoje, em tribunal, a reintegração na empresa ou uma indemnização de 120 mil euros, alegando que foram alvo de um "despedimento ilícito".

O caso remonta a março de 2012 e, depois de sucessivos adiamentos, começou a ser julgado hoje, no Tribunal de Trabalho de Viana do Castelo, com os enfermeiros a quererem provar que estavam em situação de "falsos recibos verdes", quando foram dispensados pela empresa pública.

"Estávamos a recibos verdes que, na verdade, são falsos, porque tínhamos uma estrutura hierárquica, horários e um conjunto de condições que, como estamos a tentar provar em tribunal, correspondiam a um contrato de trabalho dependente", explicou Abel Campos, um dos quatro enfermeiros dispensados pelos ENVC em 2012.