Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Energia: Adão da Fonseca renuncia cargo na EDP Renováveis por "razões de ordem pessoal"

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 set (Lusa) - Luís Adão da Fonseca renunciou ao cargo que desempenhava na administração da EDP Renováveis, por "razões de ordem pessoal", informou hoje a empresa em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Na nota, a EDP Renováveis informa que "Luís de Abreu Castello-Branco Adão da Fonseca apresentou, por cartas endereçadas à EDP Renováveis, a sua renúncia ao cargo de membro o conselho de administração, por razões de ordem pessoal".

A empresa esclarece ainda que, em consequência da renúncia, Adão da Fonseca "cessa igualmente o seu cargo enquanto membro da comissão executiva".