Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Empresas vão descontar 1% para pagar despedimentos - Anteprojeto de diploma

Lusa

  • 333

Lisboa, 18 fev (Lusa) - O Governo enviou uma nova proposta aos parceiros sociais sobre os dois fundos para a proteção dos trabalhadores despedidos com direito a indemnização, que obrigarão as empresas a descontar 0,925% acrescidos de 0,075% sobre a remuneração dos trabalhadores.

A proposta revê os dados avançados inicialmente, de 0,8% e 0,2% das remunerações, e vai ser discutida na reunião de terça-feira da Concertação Social, que deverá ser presidida pelo ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira.

O Governo prevê, num documento de trabalho classificado de "Confidencial", e a que a Lusa teve acesso, a criação de um Fundo de Compensação do Trabalho (FCT) e de um Fundo de Garantia de Compensação de Trabalho (FGCP), ambos a serem criados com contribuições das empresas.