Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Empresas têm poucos doutorados, ciência é essencial para desenvolvimento - ministro

Lusa

  • 333

Lisboa, 13 mai (Lusa) - O ministro da Educação defendeu hoje a utilização do conhecimento e do potencial científico e tecnológico é essencial para o desenvolvimento da economia e do país e salientou que as empresas portuguesas empregam pouco doutorados.

Nuno Crato salientou, no entanto, o "bom exemplo" do setor da saúde, com mais exportações que a indústria da cortiça ou do vinho.

"As nossas empresas empregam poucos doutorados, muitíssimo menos do que acontece nos restantes países europeus e o emprego de doutorados e a utilização do grande potencial científico e tecnológico que temos é fundamental para o desenvolvimento, não só da ciência, mas também do país", disse o governante.