Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Empresas portuguesas aproveitam visto 'gold' para promover imobiliário em Macau

Lusa

  • 333

Macau, China, 19 out (Lusa) - Várias empresas portuguesas, incluindo da banca, estão a participar, pela primeira vez, na Feira Internacional de Macau para promover junto do mercado chinês a venda de imóveis de luxo em Portugal, procurando retirar vantagens dos vistos 'gold'.

"Com a lei do visto 'gold', temos tido muitos contactos com pessoas oriundas do Oriente e pareceu-nos ser a altura indicada para virmos cá mostrar algumas propriedades e imóveis que os promotores imobiliários que apoiamos em Portugal têm para vender", disse à agência Lusa o diretor coordenador do departamento de gestão de vendas do Millennium BCP, José Araújo.

Interessado em atenuar a exposição dos promotores junto do banco e olhando para os números que indicam que "75% dos 244 vistos 'gold' passados são oriundos da China", o BCP está a promover no certame apenas a venda de imóveis, nomeadamente do mercado "médio, médio-alto", em Lisboa, zona da Expo, Cascais e Algarve e com preços entre os 350 mil e os 1,5 milhões de euros.