Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Empresa não vai pagar salários a funcionários que Câmara do Funchal recusa aceitar

Lusa

  • 333

Funchal, 30 abr (Lusa) -- A SEP, empresa que intentou uma providência cautelar para que a Câmara do Funchal integre os trabalhadores dos parques de estacionamento que passou a gerir, informou hoje que não vai pagar aos 22 funcionários o salário.

À margem do julgamento da providência cautelar que hoje continuou no Tribunal do Trabalho do Funchal, o administrador da SEP - Sociedade de Exploração de Parques de Estacionamento, Gonçalo Henriques, confirmou o que já dissera na audiência a diretora financeira do grupo que integra aquela empresa, escusando-se a prestar outros esclarecimentos.

Em janeiro, o município deliberou passar a gerir os cinco parques de estacionamento cobertos de que é proprietário, então afetos à SEP, num total de 1.260 lugares, tendo, entretanto, uma das estruturas sido desativadas.