Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Empresa gestora do Maracanã confia que Mundial vai ajudar a recuperar público

Lusa

  • 333

Rio de Janeiro, Brasil, 05 out (Lusa) - O vice-presidente de operações do Maracanã, gerido por um consórcio liderado pela Odebrecht, acredita que o Mundial de Futebol de 2014 no Brasil vai ajudar a recuperar público no estádio, atualmente muito abaixo da média de há 20 anos.

Sinval Araújo, numa conversa com jornalistas portugueses no Rio de Janeiro, afirmou que "há 20 anos a média de público por jogo de futebol no Maracanã era de 60 mil espectadores" e que é objetivo do concessionário responsável pela gestão do estádio - entretanto todo remodelando - "recuperar essa média".

Questionado pelos motivos que levaram ao afastamento do público, o responsável disse que, regra geral, se começou a assistir à "degradação dos estádios e a um aumento da insegurança", razões que levaram os brasileiros a "começar a ficar em casa, para assistir aos jogos pela televisão".