Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Empresa de limpeza pode despedir 160 pessoas por redução de horas no Hospital de S.João (Porto)

Lusa

  • 333

Redação, 16 out (Lusa) - O Hospital do São João, no Porto, "impôs" à Conforlimpa a redução, até janeiro, de 30 mil para 10 mil horas mensais, o que levará ao despedimento de mais de 150 funcionários, disse hoje à Lusa o advogado da empresa.

"A administração do hospital apresentou um plano de redução de prestação de serviços [de limpeza]: em novembro reduzir as 30 mil horas mensais para 22 mil, em dezembro para 16 mil e a partir de janeiro passam para as 10 mil horas mensais", explicou Artur Marques.

"Caso esta imposição avance, dos cerca de 220 funcionários que a Conforlimpa tem no atualmente no hospital, vamos ter de despedir entre 150 a 160, através de um despedimento coletivo, que custará à empresa mais de 350 mil euros devido a indemnizações. Não há alternativa", alertou o advogado da empresa.