Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Empresa de extração de pedra da Lourinhã começou há um ano a exportar e fatura 20% no estrangeiro

Lusa

  • 333

Lourinhã, 18 nov (Lusa) - A única empresa de extração de pedra existente na Lourinhã começou há um ano a vender matéria-prima para o estrangeiro para fugir à crise e a exportação representa agora 20% da sua faturação, revelou o administrador.

Nuno Carvalho, administrador da Barranca - Sociedade de Britas, disse à agência Lusa que, devido à crise no setor da construção e à contenção orçamental dos municípios, a empresa foi obrigada a adaptar-se ao mercado e a encontrar estratégias para ultrapassar a crise.

Segundo o responsável, "98% da produção é vendida para o mercado externo e, um ano depois dessa aposta, 20% da faturação é obtida com a exportação".