Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Empresa australiana pretende levar para a Europa batalha judicial contra S&P por perdas na crise de 2008

Lusa

  • 333

Sidney, 07 nov (Lusa) -- A empresa australiana que venceu o caso judicial contra a agência de notação financeira Standard & Poor's (S&P) pelas perdas causadas durante a crise de 2008 informou hoje que pretende agora fazer chegar o caso à Europa.

A IMF Australia, que financia grandes processos judiciais, venceu esta semana o primeiro caso a nível mundial contra a S&P em nome de 13 municípios australianos que tiveram perdas de 16,5 milhões de dólares (12,9 milhões de euros) pela aquisição, em 2006, dos fundos Rembrandt, um produto financeiro criado pelo banco de investimento holandês ABN AMRO e que recebeu a qualificação máxima de AAA pela S&P.

O diretor executivo da IMF Australia, John Walker, disse hoje, citado pelo jornal The Australian, que vai deslocar-se à Europa este fim de semana para se reunir com investidores britânicos, franceses, alemães e holandeses para discutir a possibilidade de se avançar com processos semelhantes na Justiça europeia para aqueles obterem compensações.